terça-feira, julho 10, 2007

Em primeiro lugar quero deixar um mundo de beijinhos e carinhos para todos que foram "vendo" crescer a barriguinha da Rita para dar à luz a minha "mais que tudo" sobrinha.
(que a Leonor não nos ouça...)
Chegaram sorrateiramente, estávamos nós à espera já mais desesperados de que outra coisa...e instalou-se a loucura surda dentro de mim!Não posso expressar o momento, mas sem dar por ela senti que uma filha me tinha chegado e tudo o resto desapareceu!A minha menina tão desejada por todos e imensamente por mim estava ali...pequenina, rosadinha, linda.Tal e qual eu a desejei...minha!Claro que o pai babado entrou em turbilhão e só diz disparates...não pegues na menina que ela depois fica habituada...lembrei-me dos primeiros dias do sobrinho dele...sempre ao colinho do tio e padrinho babado...agora, o sobrinho já não quer colo de ninguém e já espera por braços mais tenros e novos de umas miúdas para o abraçar!!!O tempo passa...
Claro está que amuei!Mas entre dentes mandei-o...ao pai trengo e bonito...a sítios que ninguém quer ir!Mantenho-me controlada e aprecio os momentos...
A Rita está linda e sorridente como eu nunca a vi!Gosto dela como uma irmã, e não esqueço as palavras e carinho que teve comigo quando mais precisei.Nunca tive irmãs...tirando as minhas primas que eram quase minhas gémeas...tenho agora a Rita, que a sinto e a amo como se minha fosse.
E a Beatriz!?
Fez-me relembrar passados ainda tão próximos.O nascimento do João e da Leonor que foram especiais, como sempre são para todas as mães, mas cada um à sua maneira.O João foi o primeiro, o primeiro amor, a primeira experiência onde a ciência pode evoluir, mas a mãe natureza ainda manda.A Leonor foi o concluir de desejos da menina que demorava a chegar e me regalava pensar que seria a minha companheira.
Momentos dolorosos, mas que depressa passaram quando os vi...ali ao meu lado, já cúmplices de mim e possuidores do meu amor eterno.
E peguei na Beatriz...toda estremeci bem fundo de mim.O cheiro de bebé entranhou-se em mim e senti-me flutuar no mundo.Fechei os olhos, e com ela ao colo levei-a na minha imaginação...mostrei-lhe o sol, a lua, o mar, as flores, a música,os lugares que lhe quero mostrar...e dei gargalhadas com ela e sei que ela me ouviu!Estava encostada a mim, a ouvir-me contar histórias de encantar e as minhas maluqueiras que a vão fazer rir e ser feliz.
Descobri, mais uma vez, que o amor chega assim...e nos faz desejar viver mais em plenitude...
A vida dá tantas voltas...e agora está a dar a volta a mim...recheia-me todos os dias com carinhos, beijos, e muito amor!

4 comentários:

papagueno disse...

Olha uma tia babada. beijinhos à tia e às crianças.

Kayte disse...

hello, thanks for commenting on my page. It stinks that you have to wait until after the summer for Harry Potter to come out. Anyway, thank you. Bye.

rendadebilros disse...

Que tia mais querida!!! E mãe amorosa!!!
Beijos.

mjrola disse...

também eu estou babada com o novo rebento, feliz como mãe e com vontade de ter mais um, ou uma. para nós será sempre desempate, a não ser que saia um casal de gémeos!!!

amor, amor e mais amor