sexta-feira, setembro 28, 2007

O beijo aí do burgo chegou...e foi com muita alegria que o recebemos...
Um bom ano para ti também, Renda

domingo, setembro 23, 2007

Marcel Marceau


Quem não vive com o imaginário de um mimo a oferecer uma flôr?



Marcel Marceau
22 de Março de 1923
23 de Setembro de 2007

sexta-feira, setembro 21, 2007

Final de semana...a começar já hoje pois o "dia livre" é à 6ªfeira.

Mas que dia livre?Ainda não parei...leva Leonor às 9, leva João às 10 à academia...vai buscar João, vai buscar Leonor para almoçar...e lá para a 1.30 os dois entram...e pelo meio a tentativa de fazer um almoço saudável sem batatas fritas...massinha com frango que é a delicia cá de casa para os meninos!!!

O olho verde não está, foi ontem visitar os amigos e pais, mas vem logo...a cama esta noite foi imensa...e o acordar meio estranho!Hábitos que se apanham em pouco tempo...a companhia, o sorriso, a voz logo de manhãzinha...os beijos de mimo e carinho...hábitos que já não me lembrava que podiam aparecer e que se podiam sentir assim...e conto os minutos, misturada em sentimentos:ciumeira dele ir...mas compreensão, que espaço de um e outro deve ser mantido...

Engraçado os comentários dos pequenitos cá de casa quando ontem chegaram e não o viram.Leonor:"Se ele gostasse mesmo de ti não tinha ido!Olha deixar-te sozinha!"

O João, que já é crescido!!!apenas perguntou quando ele vinha!

Passei o resto da noite a tentar esclarecer a Leonor, que gostar é mesmo assim...estar junto mesmo separado e não precisamos de estar sempre juntos!Ela aproveitou logo para me contar que reatou o namoro dela com o Gonçalo e que a Margarida não tinha ido para o "Quadro de Honra" porque tinha andado nas beijoquices com o Nelinho!Claro que continuou com as novas cusquices da sala nova...os meninos novos são muito parvos porque estão sempre a pôr a língua de fora à professora quando esta está virada para o quadro(quadro que é horrível...preto e com giz...faz muito pó e alergia à professora...o do ano passado era branco com marcadores!!!)e que o chinesinho não fala nada e vem sempre com a mesma roupa!!!"Horrivel, mãe, horrivel!", remata os 7 anos de gente!!!

O João adormeceu depois de ler mais um livro da colecção Homem Aranha...e hoje acordou bem disposto...e por entre pequeno almoço foi vendo um programa qualquer sobre minhocas ou animais estranhos...ainda tentou explicar-me...

E aqui fiquei ontem!!!Não consegui acabar o texto, pois o almoço tinha de ser feito para as horas serem cumpridas...
Hoje já é sábado...e o dia está silencioso...

segunda-feira, setembro 17, 2007

Primeiro dia...já passou!!!

Depois de um dia de escola, o João estava feliz...já vai tocar na orquestra da Academia!!!
A Leonor portou-se lindamente e fez tudo a tempo e horas!!!
Bom começo...amanhã...começamos nós...os desterrados para Castelo de Paiva!!!E eu com ensino especial!E o Luís com o Plano Nacional da Matemática!
A ver vamos!!!

Os Lobos

Porque as palavras dela... são as minhas...e orgulho é de todos nós...
Força Lobos

Começou o ano escolar

Hoje o dia começou bem cedo!Primeiro dia de aulas a sério, já sem a tradicional recepção aos alunos.Está tudo pronto!
A Leonor acordou engraçada e desejosa de ir para a escola nova. A escola do ano passado fechou pois não tinha condições físicas para os meninos, por isso este ano foi para a nº3...é uma escola com muitos meninos e ela espera vir a gostar!Gostei do comentário dela:"Mãe, gostava mais da escola nº1, era pequenina, assim como a nossa casa!"
Percebi a angustia, a nº1 era bem mais familiar, todos se conheciam, e agora são tantos meninos...mas foi contente e orgulhosa da mochila nova.Até foi baratinha!!!
Olhei para ela ao passar pelo portão e derreti-me!Como ela está grande e bonita!E tão meiguinha ao despedir-se de mim...pensar que ainda ontem à noite me apetecia trincá-la depois das birras todas que fez e das ciumeiras da prima por ser pequenina e de eu andar com ela ao colinho...que rapariga!
Agora é hora de acordar o João.Só tem aulas à uma e meia, mas tem de se habituar a levantar cedo para estudar...com o avô!Sim, que a "sala de estudo" é com o avô,é com ele que o João estuda e faz os trabalhos de casa, e revê as matérias e estuda violoncelo.O avô é tudo para ele, e...apesar das netas o adorarem, o João é mesmo tudo para este avô...meu pai!
O João está a começar a adolescência, e está a ser um processo bastante doloroso...chora, amua, refila...e sente-se triste e infeliz!Foi o que me disse, por entre choro sentido.Fiquei de rastos!Eu que tudo faço, que tudo tento fazer para ele ser feliz e se sentir bem.Mas ele chora tanto e sufoca.E eu percebi que não posso fazer mais nada do que estar ali, presente e com carinho, abraçar e ouvir o que ele me tem para dizer.
O dia começou bem cedo...está cinzento lá fora, mas eu continuo às cores para lhes dar as minhas mãos e o meu coração...e estar aqui para eles.
Bom ano para vocês, meus amores...

sábado, setembro 15, 2007

Mahnahmahnah!

Quem não se lembra...è simplesmente delicioso!!!Deu-me para a nostalgia de outros tempos...OS MARRETAS!!!

sexta-feira, setembro 07, 2007

Olho Verde...

Ao ler o passado, que é recente, encontrei tantas delicias!
Sentimentos desejados, momentos ansiados...tantos delírios recheados de belos e deliciosos perfumes...
Mas foi bom ler passados...pois encontrei-me no presente que sempre pensara que um dia, talvez...talvez ainda fosse abençoada e ter...
Não acredito na sorte, mas acredito que o caminho é traçado, sempre nos dando duas estradas para seguir...e nós é que escolhemos...
E eu escolhi... escolhi viver, amar, sonhar, sorrir,aconchegar...
E tu, Luís, és a estrada que eu escolhi, és a bênção que recebi...
Sou Feliz contigo...

Casa na Pradaria...

Depois de muitas voltas a pensar em que prenda te havia de dar...sei que esta lembrança é mesmo de mim para ti.
Parabéns Zézinha

terça-feira, setembro 04, 2007

Meias...

Blogar ou simplesmente andar por aqui, leva-me sempre, por razões familiares, primeiro, e depois pela admiração e gosto pela escrita irregular...regular...leva-me sempre, dizia eu, ao blog escrita irregular!
Desta vez não posso deixar de comentar aqui o post sobre meias!
Na realidade, as meias são para mim o delírio inconcebível de uma civilização à beira de um ataque de nervos!
Ora vejamos...e neste momento já utilizo o plural majestático...estou nervosa...
Calçar uma meias, sejam quais forem, para Nós são sempre o dilema do dia...por isso Adoramos o tempo quente(e eu detesto calor...)para...não as calçar.
Começamos sempre por ver a côr, as risquinhas, os bonecos e afins.Sim, porque Somos daquelas almas doidas que de tudo tem um pouco!
Se combinam com a roupa interior...se combinam com os sapatos(mais são as vezes das sapatilhas e botas...)se em nada entram em choque com as calças(ganga de preferência...)e...finalmente se andam com amores sincronizados com a camisola!
Ora, a tarefa é engrandecida pelo sono de manhãs outonais que se avizinham...
Depois é o martírio!Se são até ao joelho e não apertam as minhas pernas de músculo já meio mole(meio!!!) arranjados e treinados dos tempos de outrora no ballet!Ou se acabam por ser aqueles mini pézinhos que fogem do pé "a raio que te apanho"!Não sei quem os inventou, mas de certeza que nunca provou a sensação maravilhosa de pé ao léu!!!
E quando se veste uma saizita?
Pesadelo!Temos sempre de ter 2 pares de meias calças...ou em licra...ou de vidro...com malha XPTO!Já Nos Vemos à nora para Nos Decidirmos o que comprar...
E o momento solene de as vestir...ou calçar??? ficamos desesperadas...(já chega o majestático...estou a relaxar...)começo lentamente pela perna esquerda(canhota que sou...)e vou cuidadosamente puxando, como quem faz um strip ao contrário...e ficando com a sensação de aperto...quando passo, vitoriosa à perna direita...já armada em carapau de corrida...foguete pela perna acima!É a loucura total...pois tenho de começar tudo novamente e concentrada, coisa que para mim é desastrosa!
Claro que depois da 2ª tentativa a coisa vai...mas sei que não chega ao fim do dia inteira...há sempre qualquer coisa que as atrai...para as desflorar!
E a custurazinha que no pé que nunca fica direita?Fica ali...para lembrarmos todo o dia a sua existência!!!
Mas...e...
Quando , já meia descabelada passo a porta de casa, penso ainda em mais uma noção importante para Nós(o majestático...sinal de nervos...): e, se Nos acontece alguma coisa e Vamos parar ao hospital e Temos de tirar as botas?Será que vão perceber que a meia do pé direito tem um mini buraquito?
Lá se vai o majestático...
Dilemas em final de férias...

Prometido é devido!



Caldeira Velha...

Um dia vou voltar lá!

Turismo Açoreano...

O falado e comido...e caro ananás...

As Fumarolas


A Lagoa das Sete Cidades

Turismo Açoreano...


A todos que aqui passam...apesar de ser caro ir até aos Açores...

Visitem as ilhas.

São nossas e todos devíamos lá ir.

Conhecer não só a natureza, plena de beleza, mas também quem lá vive.

Sabiam que só em S. Miguel é que existe sotaque?

E os Micaelenses são pessoas fechadas, mas, com um sorriso aberto, com uma palavra carinhosa, são extremamente acolhedores?

Sempre ouvi dizer que por serem insulares, eram fechados e de poucas falas...mas eu apenas tenho de dizer que fui muito bem recebida em todos os lugares por onde parei.

O olho verde diz que é o meu sorriso que conquista...mas ele é suspeito!!!

Mas tenho de confessar...não percebia patavina do que eles diziam!Por isso... sorria!

Açores - S. Miguel


Depois de uma noite mal dormida,ainda com a adrenalina do voo, acordei numa mistura de ansiosidade e receio!Como será isto?Será que vou gostar?Será que valeu a pena vir?
As questões eram diversas e sempre em dois sentido...era a ilha, e era o estar em pleno com o olho verde!
Saí meia estranha, encolhida no coração...10 dias longe do meu mundo, a entrar num mundo que tinha ouvido falar meses a fio!

E a aventura começou...
A Natureza começou a mostrar-se em cores divinas:o verde dos campos a beijar o negro das praias que se expandia no azul do oceano...Se existe algo divino, criador de tudo e de todas as criaturas...ele esteve em S. Miguel e pintou serenamente o paraíso!
Nunca tinha vista nada igual, de uma beleza protegida por si própria, de arregalar olhares silenciosos, carregados de admiração!
Por entre risos e sorrisos, senti-me flutuar nas brisas vindas do azul e comecei a descontrair, a deixar-me levar pelos sentidos e emoções que devagarinho se entrelaçavam em mim. O meu mundo estava longe, o meu mundo que me agrilhoava a sentimentos perdidos, soltava-se e deixava-me estar viva.
Foi o que aconteceu, ao fim de tanto tempo, senti a vida correr para mim...vale a pena estar viva!
Continuando a jornada (porque o dia estava lindo de morrer...não digam que está sempre chuva em S. Miguel...é mentira!), desci às pequenas piscinas que de todos os lados surgiam, aquecendo a agua salgada.O negro das rochas fez-me viajar até ao meu pequeno milagre e liguei-lhe entusiasmada com o que via:"João, aqui as rochas são todas pretas...é o máximo!"...resposta de 11 anos de filho:"Ó mãe, então não sabes que é rocha de origem vulcânica!".Pressenti um "Dah"...ficamos pelos beijinhos e boas férias e eu entalada na minha ignorância!
E fui andando, percorrendo de lés a lés a ilha verde rodeada de azul...
As Furnas com as suas fumarolas, sinal de vida na terra, e o parque lindo coma a piscina de água castanha e quente...autêntica sopa...só faltavam as couves a boiar...maravilha para a pele!
E o meu olho verde a mostrar-me tudo, o que ele sente que eu gosto e deliro!O coreto de acústica genial...abobadado com a ressonância à capela, onde ouvi o que sinto por ti...também gosto de ti!
O Ilhéu, visto e saboreado lá, é ainda mais bonito do que se vê na televisão, com águas limpas de civilização, onde se convive com peixes enormes, que brincam por entre os nossos pés...
Lá encontramos os colegas de tão longínqua terra...Castelo de Paiva...risota!
A praia da Ribeira Quente, onde o mar aquece com o fervilhar da terra...adorei estar ali, adorei mergulhar nas águas como em tempos idos o fazia...com vontade de ser peixe!
E as Lagoas?Foi emocionante estar tão perto do que vemos em postais e fotografias.São bem mais bonitas do que podemos pensar, pena é que estejam a desaparecer devido a problemas ambientais.
A Lagoa do Fogo!Soberba!Apetece ficar ali...a olhar, a sentir e nunca mais vir embora.
Mas o melhor estava para vir...Caldeira Velha!
O dia estava de morrinha, que nos colava em humidade quente, mas o dia era perfeito!
Água quente, queda de água termal...e eu lá dentro a fundir-me na mãe natureza!
E tantas coisas mais, e tantos sentimentos mais, e tantas emoções mais...
A ilha conquistou-me em pleno, e o Amor deflagrou ainda mais em mim...
Fiquei num estado que nunca pensei poder ficar novamente...desde os meus tempo de adolescente...
ARREBATADA!
Arrebatada com a ilha, arrebatada com as cores, arrebatada com os cheiro(a enxofre!!!) e... arrebatada por ti, olho verde...
Quem não se arrebata, não sente!