segunda-feira, agosto 27, 2007

Consegui "alugar" o computador...mas tenho mesmo de me despachar!
A Leonor foi dormir à avó, o João está a curtir o canal Disney(que eu, relutantemente, acedi a deixar ter cá em casa!), e o Luís anda a arrumar tralhas para poder ter espaço cá em casa para ele!!!Sim...já se mudou cá para casa!
Lá vou eu contar as minhas aventuras avionescas...
Foi alucinante!
A ida, já depois do sol posto, prometia algumas experiências, mas nada me fazia pensar que iriam ser tão traumatizantes!
Depois do check-in e de conversas de despedida, apercebi-me que este mundo está a ficar louco!Não se pode fumar em lado nenhum...mas depois de passado o choque, lá consegui entrar no avião da SATA(a sério que não me pagam a publicidade!), que mais parecia um autocarro para Castelo de Paiva!Até aqui tudo bem...o pior foi quando...fecharam a porta!
Claustrofobia!Comecei a respirar como quem vai ter um menino e não sentia contracções!Socorro, pensei eu em gritar, mas era um pouco demais, e fazer figuras tristes ao lado do meu mais que tudo, que sorria e me olhava com mimo e carinho, não estava mesmo nos meus planos!E também não queria incomodar o actor António Capelo que viajava para continuar as suas gravações da novela!
VIP, a viagem, não???
Ora, quando o bicharoco resolveu levantar, pensei:ainda bem que não jantei quase nada, porque se tivesse comido uma boa jantarada...foi a loucura, o estômago subiu até ao nariz e o cérebro...deslocou-se completamente!
Pensamento no momento:como é que eu depois venho embora???
Depois de 2 horas de voo, de me rir estupidamente com todo o teatro realizado pelos tripulantes...chegou o momento de aterrar e aí percebi que estes pilotos não sabem onde é que são os travões!Travam e deslizam e travam e deslizam...onde terão tirado a carta de condução?
Quando me vi em terra firme(rodeada de agua!!!), como diz o meu irmão...onde as vacas pastam, senti vontade de gritar, e de correr até não poder mais...coisa que na ilha de S. Miguel é equivalente de dizer, dar a volta à ilha!
Mas nem tudo foi tão mau...o regresso aconteceu mais suave, com alguns contratempos...pequenos!Alguém fez check-in e não entrou no avião...pensei:bomba, droga...só comigo é que estas coisas acontecem...mas regressei sã e salva, desejosa de ver os meus pequenitos, e talvez por isso não me tenha apercebido que o estômago veio até ao nariz e o cérebro se tenha deslocado!
Se perdi o medo de andar de avião?
Gostava eu, era de ter asas..mas nunca mais vou deixar de viajar só por causa de um passaroco com motor!
Então e os Açores?
Fica para outro dia...com fotos dos sítios mais bonitos para mim!
E o olho verde?O Luís?
Está ali...

4 comentários:

Anónimo disse...

Bem, alucinante como só tu!
Beijinhos cá da tera firme onde hás-de pousar os pés da próxima vez, e onde a àgua é perfumante...

rendadebilros disse...

Ah os aviões para essas lindas ilhas continuam tipo autocarros com cem anos?! ...que bom!
Mas teve piada a viagem contada por ti sobretudo porque o teu relato acabou de maneira ainda mais romântica do que eu podia imaginar e sabes que o meu coração é muito sensível a estas histórias de vida e...
Beijos e que sejas/estejas feliz!

mjrola disse...

és uma castiça...
cá no algarve só as ondas me agitam e pouco!

olhos verdes azulados, pretos e amêndoa, são a minha terra firme. com eles vou a qualquer lado...
sei que irás, acompanhada pelos que te olham, viver a vida que mereces.
ainda bem que foste

papagueno disse...

olá férias em grande sim senhor. beijinho.